Guimarães Rosa, mire e veja

 

SAM_7284

26907970_562117097469618_2522615856041782628_n

RETALHOS DE ROSA

“O mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando.”

“Amigo, para mim, é só isto: é a pessoa com quem a gente gosta de conversar, do igual o igual, desarmado. O de que um tira prazer de estar próximo. Só isto, quase; e os todos sacrifícios. Ou — amigo — é que a gente seja, mas sem precisar de saber o por quê é que é.”

“O mundo é mágico.
As pessoas não morrem, ficam encantadas.”

SAM_3084

“Todo caminho da gente é resvaloso.
Mas também, cair não prejudica demais – a gente levanta, a gente sobe, a gente volta!…
O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem. Ser capaz de ficar alegre e mais alegre no meio da alegria, e ainda mais alegre no meio da tristeza…”

SAM_7238

“Sertão é onde o pensamento da gente se forma mais forte do que o lugar. Viver é muito perigoso … Porque aprender a viver é que é o viver mesmo… Travessia perigosa, mas é a da vida. Sertão que se alteia e abaixa… O mais difícil não é um ser bom e proceder honesto, dificultoso mesmo, é um saber definido o que quer, e ter o poder de ir até o rabo da palavra.”

“-Adianta querer saber muita coisa? O senhor sabia, lá para cima – me disseram. Mas, de repente chegou neste sertão, viu tudo diverso diferente, o que nunca tinha visto. Sabença aprendida não adiantou para nada… Serviu algum?”

SAM_3925

“Vivendo, se aprende; mas o que se aprende, mais, é só a fazer outras maiores perguntas.”

“Viver é um descuido prosseguido.
Mas quem é que sabe como?
Viver…
o senhor já sabe: viver é etcétera …”

SAM_3347

“A lembrança da vida da gente se guarda em trechos diversos, cada um com seu signo e sentimento, uns com os outros acho que não se misturam. Contar seguido, alinhavado, só mesmo sendo as coisas de rasa importância. Tem horas antigas que ficaram muito mais perto da gente do que outras, de recente data.”

“Enfim, cada um o que quer aprova, o senhor sabe: pão ou pães, é questão de opiniÃES ”

SAM_2976

“A colheita é comum, mas o capinar é sozinho.”

“Felicidade se acha é em horinhas de descuido. ”

“Infelicidade é uma questão de prefixo.”

SAM_3751

“Por esses longes todos eu passei, com pessoa minha no meu lado, a gente se querendo bem. O senhor sabe? Já tenteou sofrido o ar que é saudade? Diz-se que tem saudade de ideia e saudade de coração…”

“De sofrer e de amar, a gente não se desfaz.”

“O verdadeiro amor é um calafrio doce, um susto sem perigos.”

SAM_3628

“Só se pode viver perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem perigo de ódio, se a gente tem amor. Qualquer amor já é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura.”

“A culpa minha, maior, é meu costume de curiosidade
de coração. Isso de estimar os outros, muito ligeiro,
defeito esse que me entorpece.”

“É preciso sofrer depois de ter sofrido, e amar, e mais amar, depois de ter amado.”

SAM_3605

“Gostava dela, muito…Mais do que ele mesmo dizia, mais do que ele mesmo sabia, de maneira que a gente deve gostar. E tinha uma força grande, de amor calado, e uma paciência quente, cantada, para chamar pelo seu nome”.

“Deus nos dá pessoas e coisas,
para aprendermos a alegria…
Depois, retoma coisas e pessoas
para ver se já somos capazes da alegria
sozinhos…
Essa… a alegria que ele quer”

“Sempre que se começa a ter amor a alguém, no ramerrão, o amor pega e cresce é porque, de certo jeito, a gente quer que isso seja, e vai, na ideia, querendo e ajudando, mas quando é destino dado, maior que o miúdo, a gente ama inteiriço fatal, carecendo de querer, e é um só facear com as surpresas. Amor desse, cresce primeiro; brota é depois.”

SAM_3633

“Se fosse só eu a chorar de amor, sorria…”

“Os outros eu conheci por acaso. Você eu encontrei porque era preciso.”

“Amor vem de amor. Digo. Em Diadorim, penso também – mas Diadorim é a minha neblina…”

“Talvez não devesse, não fosse direito ter por causa dele aquele doer, que põe e punge, de dó, desgosto e desengano.”

“Tem horas em que penso que a gente carecia, de repente, de acordar de alguma espécie de encanto.”

SAM_7281

“O senhor mire e veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam, verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra montão.”

“Quem elegeu a busca, não pode recusar a travessia…”

SAM_7295

“Narrei ao senhor. No que narrei, o senhor talvez até ache mais do que eu, a minha verdade. Fim que foi. Aqui, a estória se acabou. Aqui, a estória acabada. Aqui, a estória acaba.”

SAM_6334

Trechos de várias obras de Guimarães Rosa
Fotos de arquivo pessoal: recantos de Minas Gerais
Vídeo: Canal sergioeye1
Anúncios

Um comentário sobre “Guimarães Rosa, mire e veja

  1. Para a caminhante querida e tão solidária, Heloísa Ramos. Anda em caravana com o marido por esses Brasis e é uma roseana de corpo e alma. Beijo, amiga de sempre.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s